Ir al contenido

Dialnet


Figuras em metamorfose: Mario Cesariny e tradição surrealista em Portugal

  • Autores: Carlos Alves Machado
  • Directores de la Tesis: Perfecto Cuadrado Fernández (dir. tes.), José Henrique Pérez Rodríguez (codir. tes.)
  • Lectura: En la Universidade de Vigo ( España ) en 2007
  • Idioma: portugués
  • Tribunal Calificador de la Tesis: María Eduarda Keating (presid.), Burghard Baltrusch (secret.), Maria de Fátima Lambert (voc.), J. Carlos Quiroga Díaz (voc.), Carlos Paulo Martínez Pereiro (voc.)
  • Materias:
  • Texto completo no disponible (Saber más ...)
  • Resumen
    • Através do cruzamento de instrumentos, metodologias e conhecimentos de áreas epistemológicas tao diversas como sao a teoria e a história da arte, a filosofia, a teoria e a história da literatura, a lingüística e os saberes específicos dos estudos de traduçao, o trabalho procede a uma análise contextualizada de toda a obra de traduçao realizada pelo artista e poeta surrealista Mário Cesariny de Vasconcelos. A análise realizada permite cegar a várias conclusoes, nomeadamente: - Os textos traduzidos funcionan como una estratégia de manipulaç###o do cânone literário que, em simultâneo, possibilitam um contorno eficaz del mecanismos de censura instaurados pelo regime ditatorial salazarista; - A legitimaçao da vanguarda surrealista realiza-se pela promoçao de uma galeria de ilustres antecesores, que, depois de dada a conhocer ao público, possibilita a apreensao de novos mecanismos de leitura e a assimilaçao de novos padroes estéticos e de novas estratégias creativas, que primam pela iconoclasia e pela utopia revolucinária, em termos estéticos, éticos e políticos: - Estas traduçoes devem ser lidas no âmbito mais vasto da produçao artítica e poética cesarinyana, na medida em que os laços de contiguidades permiten lançar novas pistas hermenêuticas que iluminam ambos os lados: a obra artístico-leterária em Nome próprio e aquela que é dada a contecer sub specie traductio: - A iconoclasia surrealista manifesta-se em Cesariny também no domínio da tradujo, dado que o poeta procede a uma refundaçao das condiçoes de existeência do texto que é suposto ser uma traduçao -isto é, um texto em segunda mao, como cópia ou imitaçao de um original prévio - ao ponto de os tectos traducidos participarem do mais vasto projecto surrealista de descoberta do sujeito como autor/creador; - A traduçao assume-se, por conseguinte, como um paradigma creativo (a nao como mera recriaçao) ao nível de outras estratégias de produçao artítico-literárias promovidas pelo surrealismo internacional como sao a escrita automática, o cadáver-exquis o objet trouvé; - O processo de traduçao, tal cmo Mário Cesariny o concebe, esclarece cabalmente sobre qual é a sua concepçao de sujeito, assim como permite a descriçao da importância que a tradiçao assume na configuraçao do proujecto surrealista que se pretende desenvolver no pecular contexto português: - Una estratégia de traduçao como a cabala fonética ssume-se como herdeira directa de saberes de origens tao diversas como sao o esoterismo, a tradiçao hermética e a paranóia-crítica de Salvador Dali, devendo ser compreendida como um modo de afirmaçao critivo ao nível das sismogifuras, das soprofiguras e dos aquamotos de invençao cesarinyana; neste vários modos de afirmaçao pessoal, o leitor defornta-se sempre com figuras em metamorfose, isto é, figuras discursivas incompletas, narrtivametne construídas, nao holísticas, que se apresentam sempre como inconclusas e em eterna reconfiguraçao.


Fundación Dialnet

Dialnet Plus

  • Más información sobre Dialnet Plus

Opciones de compartir

Opciones de entorno